Óleo de Rícino – Cabelo, Preço, Como Usar, Laxante, Para que serve

O óleo de rícino vem de uma planta chamada Ricinus Communis, também conhecida coo mamona, que é bem comum em solos tropicais. Nos últimos anos, ocorreu um maior cultivo dessa planta para a produção de biodiesel e, por isso, já é possível encontrar o cultivo dessa plante em locais de clima mais leve.

Considerado um óleo de uso bem antigo e com usos medicinais, o óleo de rícino ganhou mais força devido as suas propriedades lubrificantes e a sua viscosidade.

Porém, se você ainda não sabe quais as vantagens que esse óleo pode oferecer, chegou a hora de saber tudo sobre o óleo de rícino. Vamos lá?

Para que serve Óleo de Ricino

Atualmente, o óleo de rícino deixou de ser um produto usado apenas para uso medicinal e ganhou cada vez mais espaço nas indústrias. Por isso, o óleo já pode ser usado para produzir materiais lubrificantes, como biodiesel, para a pele e para o funcionamento do organismo.

Óleo de Rícino

Assim, fica fácil entender porque existe uma grande buscar por esse produto, já que o mercado para o óleo de rícino é tão grande. Usado em primeira mão pelos Egípcios, o uso de óleo de rícino cresceu mesmo com o sabor bem forte.

Além disso, existem diversos estudos sobre o para que pode servir o óleo de rícino, como em casos de artrite, reumatismo, esclerose, paralisia cerebral e até mar de Parkinson.

Por estudos apontam que, o óleo de rícino, seria capaz de reduzir os sintomas e atrasar o avanço de certas doenças.

Benefícios do Óleo de Ricino

Se você ainda não sabe os benefícios do uso do óleo de rícino, você está realmente perdendo muito tempo.

Com várias vantagens comprovadas, esse óleo traz diversos benefícios para você, como por exemplo:


Dores musculares: O óleo de rícino tem, geralmente, uma temperatura quente e que contribui para a circulação dos fluidos do corpo. Com isso, esse óleo é ideal para aliviar dores musculares devido ao excesso de trabalho muscular.

Além disso, misturar algumas gotas de óleo de camomila na massagem com óleo de rícino, vai deixar a massagem ainda mais relaxante.


Analgésico e anti-inflamatório: O óleo de rícino tem ação anti-inflamatória e analgésico e, com isso, reduz as dores nas juntas. Essa ação acontece, principalmente, por que o óleo de rícino consegue descongestionar o sistema linfático que estão em todo o corpo.

Com isso, os resíduos são eliminados mais facilmente, aliviando as dores. Além disso, essa ação ajuda no controle das dores e da inflamação das articulações resultadas da artrite.


Infecções: O óleo de rícino é capaz de eliminar fungos, como a micose, e tratar infecções. O ideal, nesse caso, é aquecer levemente o óleo e colocar no local da infecção e deixar ali por uma noite. Logo nos primeiros dias, será possível perceber uma melhora no local.


Celulite: Ainda que não atue diretamente na celulite, o óleo de rícino consegue melhorar a circulação dos casos, melhorando a aparência da pele. Por isso, você vai notar uma redução nas marcas causadas pela celulite.

Aliando o óleo de rícino a exercícios e uma alimentação balanceada, você vai notar resultados ainda maiores, não apenas para a celulite, mas em todos os benefícios causados pelo uso desse óleo.


Rímel natural: Se você não aguenta mais essas máscaras que deixam os cílios duros, fracos e quebradiços, passou da hora de utilizar o óleo de rícino. Esse truque é bem antigo e você vai perceber porque não podia faltar no quarto dos reis do Egito.

Além de já existirem máscaras que levam o óleo de rícino, é possível preparar a sua receita em casa. Para isso, basta derreter uma colher de cera de abelha com 2 colheres de óleo de rícino, colheres de sopa nos dois casos.

Depois, você pode misturar cacau ou pedacinhos de carvão para chegar na cor que deseja.


Lambedura: A lambedura é um problema comum em cães e gatos e consiste na ação de lamber os próprios machucados ou locais infectados por bactérias e fungos. Essa ação, prejudica a cicatrização e pode ser resolvida com o óleo de rícino.

Pelas propriedades encontradas no óleo, os machucados vão cicatrizar mais rapidamente e devido ao gosto forte, o seu bichinho de estimação vão vai ficar lambendo o óleo.

Porém, o uso deve ser em escala mínima para não deixas as fezes do animal muito soltas.


Problemas na pele: Um dos benefícios do óleo de rícino é que ele pode ser usado para problemas de pele como marcas, acne e verrugas. Isso porque, esse óleo atua como um antimicrobiano e anti-inflamatório.


Hidratação da pele: Se você está com a pele seca, parecendo que tem vinte anos a mais, pegue o seu óleo de rícino agora mesmo. Esse óleo é capaz de hidratar a pele desde as camadas mais profundas, deixando você com uma pele mais jovem e bonita.

O óleo de rícino deve ser usado como um creme, passando sob a pele, você vai perceber que ele é absorvido rapidamente.


Calos: Os calos, seja nas mãos ou nos pés, são comuns devido ao uso de algum sapato, equipamento ou atividades repetitivas. Por isso, uma dica é usar o óleo de rícino para aliviar os calos, a dor e também o inchaço do local.


Óleo de Ricino no cabelo

O óleo já é um dos queridinhos do cabelo e pode ser que você ainda não saiba o porquê. Quando usado nos fios de cabelo, o óleo de rícino consegue potencializar o crescimento dos fios, principalmente se você faz massagens no couro cabeludo com o óleo.

Óleo de Rícino

Isso acontece porque o óleo de rícino no cabelo atua na circulação, reduzindo as chances de infecções capilares e proporcionando o crescimento de fios saudáveis. Além disso, o óleo consegue prevenir e reduzir as pontas duplas, ando um aspecto melhor para o cabelo e deixando ele mais forte.

Outra vantagem do óleo de rícino para o cabelo, é que ele consegue realçar a cor natural dos fios. Agindo contra a umidade, o uso do óleo vai deixas os fios mais grossos e brilhantes e preservar a cor natural do cabelo.

Como usar Óleo de Rícino no Cabelo

Óleo de RícinoO ideal é passar o óleo após a lavagem e deixar agir. Uma dica é colocar uma colher de óleo para duas colheres de creme, misturar e aplicar como uma máscara. Então deixe agir por 30 minutos e enxague.

Se a ideia é aumentar o crescimento, aplique o óleo sozinho no couro cabeludo (depois de lavado) e massageie. Além disso, o óleo de rícino atua contra a caspa e a descamação do couro cabeludo.

Óleo de Ricino laxante

Óleo de RícinoTer aquela dificuldade para ir ao banheiro, pode acabar com o bom humor e deixar você incomodada o dia todo. Por isso, usar o óleo de rícino como laxante pode ser a melhor opção para você.

Esse óleo tem todas as suas toxinas deletadas e, por isso, é muito usada como um laxante natural, incluindo em crianças. Com isso, o óleo consegue melhorar a função digestiva e excretar as fezes, agindo contra a prisão de vente.

O uso como laxante deve ocorrer misturando entre 1 e 2 colheres do óleo no suco, para evitar o sabor forte. Porém, se a ingestão é por uma criança de 2 a 13 anos, o ideal é usar no máximo 2 colheres de chá.

Já crianças menores de 2 anos, devem tomar no máximo uma colher de chá rasa ao dia. A ação de laxante varia de 2 a 5 horas, realizando uma limpeza completa do intestino.


Anotou tudo direitinho?

Agora é só começar a colocar o óleo de rícino no seu dia-a-dia, seja para massagens corporais, no cabelo ou através da ingestão. Não espere por amanhã e comece agora a melhorar todo o aspecto do seu cabelo, da sua pele e tratar fungos e bactérias de forma natural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *